Músicas

Drogado da porteira

Créditos: Os Seminovos
DOWNLOAD GRÁTIS - Versão de Alta Qualidade ( 3,3 mb MB)

Obs.: Para salvar a música no seu computador clique com o botão direito do mouse e escolha: "Salvar destino como..."

Letra:



Toda vez que eu viajava pela estrada de Ouro Fino
De longe eu avistava um menor fumando um fino
Que vinha abrir a porteira, depois vinha me pedindo
Dinheiro pra comprar pão, claro que estava mentindo

Quando a Hilux brecava e a poeira ia baixando
Eu jogava uma moeda e ele saía pulando
“Obrigado boiadeiro! Deus lhe dê sempre bastante!”
E corria na fissura pra casa do traficante

Nos caminhos dessa vida, muito mala eu encontrei
Mas esse foi um sacana, e o pior é que ajudei
Na minha viagem de volta qualquer coisa eu cismei
Vendo a porteira fechada, o drogado não avistei

Apeei da caminhonete e num ranchinho beira chão
Vi uma mulher chorando, quis saber qual a razão
“Fazendeiro, veio tarde! Meu filhinho, veja só...
Roubou todas as nossas coisas e vendeu pra comprar pó!”

Lá pras bandas de Ouro Fino, cuidando da minha pastagem
Quando passo na porteira até vejo a sua imagem
O seu rangido tão triste mais parece uma mensagem
Pra eu me lembrar do moleque, sempre na maior viagem

A mãe com a casa vazia, do pensamento não sai
Eu já fiz um juramento que não esqueço jamais:
Nem que ele me encha o saco e venha correndo atrás
Moeda pra viciado, prometo, não vou dar mais

(Música de Teddy Vieira. Letra da paródia: Maurício Ricardo. Arranjos e produção: Neto Castanheira)

Os Seminovos são: Neto Fog (voz), Maurício Ricardo (baixo, voz), Neto Castanheira (guitarras, produção), Tchana (guitarra base, voz), Alex Mororó (bateria).

Mais músicas

No Orkut: Os Seminovos