Cotidiano - Fazendo as pazes

Exclusivo! Obrigamos Dado e Gordo a fazerem as pazes!

Reprodução automática

Comentários

Responsabilidades

Autor: Letícia - Belo Horizonte - MG

Quem nunca?

Responsabilidades

Cheguei a digitar "EU" e iria falar sobre o quanto assumo todas as minhas responsabilidades na vida. Mas depois me lembrei de uma única coisa que eu tô procrastinando e minha honestidade não me permitiu manter a linha de raciocínio.
Mauricio Ricardo

Sugestão da semana

Autor: Rosimar da Silva Costa - Rio Maria - PA

Olá, Maurício. Eu gostaria de sugerir uma charge sobre a LAVA JATO, que é uma vergonha pra o nosso país. Você podia fazer alguma coisa sobre sustentabilidade e ambiental, por causa de tanto desperdício da nossa preciosa água potável. Aliás, já estão lavando a jato há aproximadamente três anos, coisa assim, e não tem previsão de terminar. Com tanto jato pra lavar mundo a fora, talvez Sergio moro e a Policia Federal pudessem mudar o nome da operação pra evitar desperdício. O pessoal do Green Peace pode estar de olho. 
SALVE O PLANETA
economize água.

Boa. Pra nossa sorte é lavagem a seco. E pro azar dos acusados, diga-se de passagem. Porque levar onde eles estão levando, a seco, deve doer.
Mauricio Ricardo

Autor: Kayo Wachholz - Itapetininga - SP

M.R., quem é mais criativo? O cara da Polícia Federal que cria os nomes das operações ou o cara da Odebrecht que dava apelido pros políticos?

Eu voto no cara da Odebrecht. Os nomes das operações da PF são ótimos, mas alguns são bastante eruditos e nada divertidos. Já os da Odebrecht, além de serem em número muuuuuito maior, são hilários.
Mauricio Ricardo

Elogio da semana

Autor: Alexandre Guimarães Ricardo - Belo Horizonte - MG

Só queria pela primeira vez mandar um e-mail agradecendo por me entreter há tanto tempo. Acesso o Charges desde 2003, quando eu tinha 13 anos. Hoje, aos 27, ainda sou seu fã e fiel às charges. Por muitas vezes, como na vida de qualquer adolescente, eu estava triste ou com raiva sem motivo, mas entrar no site e assistir a charge do dia me fazia rir ou pensar. Isso fazia toda a diferença pra mim.
Obrigado por tantos anos fazendo a diferença no humor virtual brasileiro e me fazendo rir e refletir.
Que muito sucesso ainda venha na sua vida e da sua família.

Tem tanta coisa acontecendo na minha carreira nestes últimos meses, tantas descobertas mágicas, que seu e-mail meu emocionou. Neste momento, em que a reformulação do meu contrato no UOL me permitiu publicar as charges no YouTube, estou sendo descoberto por uma geração que nunca havia consumido meu trabalho, justamente porque não desenvolveu o hábito de visitar páginas. Lá no YouTube, o número de inscritos está crescendo a uma média entre 500 e 1 mil por dia e a audiência mensal já chega aos 4 milhões de views.
Sou muito grato a todos vocês que visitam o Charges.com.br.
Vocês mantiveram a chama acesa pra me adaptar aos novos tempos. Então eu é que te agradeço, Alexandre.
Mauricio Ricardo

Caixa preta

Autor: Wandeir - Caldas Novas - GO

Pode parecer estranho e sem lógica o que vou abordar, mas tem me incomodado bastante. Ultimamente tenho recebido solicitações de amizade no Facebook de pessoas que fizeram um novo perfil, mas não apagaram o perfil antigo. Na maioria das vezes são de pessoas com mais de 40 anos, com pouca instrução, e que não sabem usar as configurações. Tenho como exemplo vários tios e tias, amigos... Uma colega minha pediu para que eu fizesse um perfil novo para ela e eu perguntei o por que. Ela me disse que não lembrava a senha, que era mais rápido fazer outro e convidar todo mundo de novo. Então sugeri que poderia tentar recuperar a senha, aí veio a surpresa: a cidadã já tinha criado 12 perfis!
Como trabalho com propaganda impulsionada no Facebook isso me faz pensar se realmente o Facebook tem a quantidade de pessoas que diz ter. Ao impulsionarmos uma postagem, eles dizem que pode atingir de 10 mil a 40 mil pessoas, e acaba atingindo só 15 mil.
Será o quanto realmente que o Facebook tem de usuários ativos?

Aquilo é uma caixa preta, Wandeir. Os caras que apertam os botões devem morrer de rir quando dizem pra vocês, que atuam ou investem na plataforma, que as coisas por lá são automaticamente comandadas por algoritmos. Tudo é uma gigantesca e podre máquina de fazer dinheiro, sem qualquer regra ou ética.
Mauricio Ricardo