Comentários

Me libera, Nega

Autor: Diego - Feira de Santana - BA

M.R., a Bahia sempre produz grandes nomes no universo da música brasileira.
Apadrinhado por Caetano Veloso, a Bahia nos brinda com MC Beijinho, uma estrela que nasceu no camburão e agora subirá aos trios elétricos no Carnaval.
"Deu onda" já é passado por aqui, o hit sucesso do verão/carnaval é "Me libera nega"!
Não poderia deixar de compartilhar tão notável descoberta, hahaha!
Abraço!

Versão do Caetano:

Melhor que "Meu pau te ama", com certeza. Vou pensar numa boa paródia pra homenagear mais esse clássico instantâneo da música brasileira.
Sim, porque tudo o que o Caetano canta deixa de ser brega automaticamente e ganha conteúdo poético, não sabiam?

Mauricio Ricardo
Autor: Vandré Vitor - São Carlos - SP

Oi, Maurício, tudo tranquilo?
Uma curiosidade: Não se vê mais a série de charges "Desenhos que seus filhos não devem ver" por falta de inspiração ou você não vê os desenhos atuais por causa que os filhos(a) ja cresceram? Eu mesmo que já passei da onde se vê bastante (pois ainda vejo alguns) não conheço tantos.

Tem muito desenho legal rolando e acompanho alguns. O que aconteceu é que não existe mais aquele big hit que todo mundo reconhece, entende? Quer dizer... tem, mas já não é mais tão comum. De vez em quando rola uma Peppa Pig, por exemplo. Mas já foi o tempo em que tudo o que passava no Cartoon Network e na Nick vendia milhões de brinquedos. Acho que é resultado da fragmentação das mídias e da enorme quantidade de conteúdo online.

Mauricio Ricardo
Autor: Luiz Augusto de Carvalho - RJ e outros internautas

O Tobby disse "boa noite", como de costume, mas o fundo da cena indicava que era dia.

Então, Luiz. O programa é gravado.

Mauricio Ricardo

Velha, mas boa

Autor: Bruno Moraes - Londrina - PR

Grande M.R., zapeando pelo Facebook achei esta imagem, que achei muito interessante. um ponto de vista diferente... no texto falava em um teto para fumantes em uma área de um certo restaurante

Não é nova, mas, como já disse várias vezes, tô numa era da Internet em que as coisas antigas já estão tããão antigas que ficam inéditas pra toda uma geração.

Mauricio Ricardo

Você se lembra?

Autor: Fernando Resende - Conselheiro Lafaiete - MG

Eu sou meio das antigas aqui no site, e estava lembrando de uns e-mails comentados da pré-história que me marcaram e fiquei sempre com a pulga atrás da orelha, se foi fake ou se o mundo é tão doido assim. Tu lembra de 2 em especifico, um de uma guria que estava fazendo um bola gato no cunhado e a mãe flagrou e a mandou confessar para irmã que estava no banho. (sempre quis saber o final dessa história, pq ela queria convencer a mãe dela a deixar pra lá, afinal era só uma mamadinha). E outro era um casal que não podia ter filhos, o cara não quis pagar o tratamento e chamou um guri para engravidar a esposa, e ela estava desejando o cara de novo. Tu teve mais e-mail desses loucos, ou também ficou só na curiosidade? Tu tem algum que te deixou curioso para saber se era fake ou o final da história?

Pois é. Recebi muitos, muitos e-mails bizarros ao longo da vida. Como eu sei que jamais precisei inventar nenhum, se houve fake, foi por parte de quem mandou. E aí fica a questão, Fernando: quem sou eu pra afirmar, neste mundo cheio de histórias fantásticas, que o que estão me dizendo é uma mentira?
Quantas vezes a vida supera a arte? Então eu acabo comentando quase tudo o que é interessante porque... bem, vai saber.
Quanto aos não publicados, houve um em especial que me marcou muito: o de uma menina de 12 que se dizia abusada pelo padrasto. Meu único conselho foi: "Converse com sua mãe. Só ela pode te ajudar. E ela vai te ajudar, tenha certeza".
Parece que funcionou: depois a mãe me escreveu agradecendo, dizendo que botou o bandido pra fora de casa.
Invenção? Sei lá. Mas na dúvida, prefiro pensar que ajudei alguém em necessidade.

Mauricio Ricardo