Selecione ano e mês para exibir os E-mails Comentados:

Quinta-feira, 04 de Fevereiro de 2016

M. R., demorei mas tô de volta. E bem na hora de te mostrar a nova moda NO BRASIL IL IL. Quando a gente acha que não pode piorar, vem aí a LEGGING BEGE! Curtiu?

Denise - Colônia - Alemanha

Ah, essa minha franqueza. Na boa? Talvez eu gostasse no corpo da Paola Oliveira, por exemplo. E antes que me condenem por estar discriminando uma gordinha, que fique claro: eu, com minha barriga de cerveja, jamais usaria uma camiseta apertada.
Mauricio Ricardo

Comentar ou ler comentários | Escreva para esta seção

Quinta-feira, 04 de Fevereiro de 2016

Deve ser somente imaginação!
Gosto muito de animacao em geral, mas tem uma que toda vez que vejo me faz lembrar da nossa politica em que vivemos hoje, apesar de não ter nada haver com o Brasil.
Vejo que nosso Brasil não ganhou uma estrela e sim uma ponta de lança.
Sera que devo estar imaginando demais?
Animador: Aardman Nathan Love.
Video: Introducing: Aardman Nathan Love!
 

Erix - Hamamatsu - Japão

Erix, eu realmente não sei o que dizer. Essa obra de animação é tão aberta que realmente não vi o link com nossa política. Viajei mais aqui na complexidade das relações humanas. Hã... ou não.
Mauricio Ricardo

Comentar ou ler comentários | Escreva para esta seção

Quinta-feira, 04 de Fevereiro de 2016

M.R., eu e minha esposa somo seguidores fiel do site, por isso quero deixar bem claro que o conselho que estou pedindo é para um amigo.
Ele esta gostando de uma menina que, pelo que ele, diz também está gostando dele. Porém ela sofreu muitos abusos nas mãos do ex-marido e por isso reluta muito em aceitar um novo relacionamento. Como você acha que ele deve se comportar nessa situação?

Fernando Araujo - Rio de Janeiro - RJ

Ele deve se comportar com compreensão, diálogo e doçura. Mas ela, se gostar mesmo dele, deve fazer sua parte buscando terapia. Ou mostrando, mesmo que através de pequenos passos, a intenção de superar o passado e entender o óbvio: não há dois seres humanos iguais no planeta. O mundo tem sacanas e gente boa.
De ambos os sexos.
Mauricio Ricardo

Comentar ou ler comentários | Escreva para esta seção

Quinta-feira, 04 de Fevereiro de 2016

Boa tarde, Maurício. Você não vai fazer nenhuma charge do Benedito Seviéro, o compositor do clássico "Boate Azul"? Afinal quem nunca cantou "Boate azul" em um baile de formatura abraçando um uísque que jogue a primeira pedra.

Mauro Cesar Teixeira - Ponta Grossa - PR

A pedra já tá na mão. É pra atirar onde, Mauro?
Mauricio Ricardo

Comentar ou ler comentários | Escreva para esta seção

Quinta-feira, 04 de Fevereiro de 2016

Você vive falando que não tem medo de morrer. E ontém até sugeriu que poderia ser levado para uma "jam celestial..."
Mas, já parou para pensar que você pode talvez ir para o inferno?

Glauco - Barra Bonita - SP

O inferno é aqui, Glauco. Não há nada mais paradoxal do que um Deus cheio de amor condenar seus filhos à danação eterna por quaisquer erros cometidos em uma vida que é curta, muitas vezes hostil e na qual caímos sem manual de instrução.
A eternidade é muito tempo. É infinita. É incalculável. Um castigo infinito para causas finitas está longe de qualquer conceito de Justiça.
Tenho muita fé, mas meu Criador não faz esse tipo de coisa.
Dito, isso, respeito muito quem pensar exatamente o contrário.
Não precisam contrapor minha tese com as Escrituras em mãos. Deixa que eu checo pessoalmente lá do outro lado. Enquanto isso, tento fazer o meu melhor pra ser bom e dormir com a consciência limpa. Não por medo, mas por achar que é o certo.
Mauricio Ricardo

Comentar ou ler comentários | Escreva para esta seção

Quinta-feira, 04 de Fevereiro de 2016

Estava assistindo TV, um jornal a nível nacional, quando mostraram uma matéria sobre um carnaval para cães. Duas coisas me ocorreram:
1 - Só tinha "adulto", cada um levando seu cachorro fantasiado para brincar carnaval. Aí você pensa: isso é falta de menino? Ou realmente estamos ficando adultos tabacudos mesmo? Ou será que a vida perdeu a graça? Ou será que eu sou egoísta e devo respeitar os outros?
2 - Na atual situação do país com crise política e econômica, não tinha algo de mais relevante para mostrar ao Brasil não??

Fabio Silva - Recife - PE

Respondendo à sua primeira questão, seja mais solidário: para a maioria daqueles adultos, O CACHORRO é o menino. Ou seja, muito provavelmente o cão substitui o filho que não tiveram ou que não está mais presente. É cada vez mais comum nas grandes cidades.
Quanto à segunda pergunta, acho que cabe tudo: política economia e um pouquinho de futilidade pra quebrar o clima pesado. Carnaval de cachorros, por exemplo.
Mauricio Ricardo

Comentar ou ler comentários | Escreva para esta seção