Cotidiano - Informação certa

Indique a um amigo.

Incorporar ao seu site

Sexta-feira, 19 de Setembro de 2014
Autor: Maurício Ricardo

Amigo internauta de todos os dias, peço desculpas pela não atualização da seção "E-mails Comentados" nesta sexta-feira. O motivo foi justo, a causa foi nobre e segunda tô aí firme. Bom fim de semana pra todos e obrigado pela compreensão!
Mauricio Ricardo

Comentar ou ler comentários - Escreva para esta seção

Quinta-feira, 18 de Setembro de 2014

Aviso aos políticos. 

Autor: Gildo Fernando Palmeira Júnior - Piraí - RJ

Sabe aquele tipo de piada que você não faria, mas que te faz rir? P(*) sacanagem.
Mauricio Ricardo

Comentar ou ler comentários - Escreva para esta seção

Quinta-feira, 18 de Setembro de 2014

M.R., acabaram minhas dúvidas: Finalmente descobri que Michael Jackson não morreu. E o mais incrível: ele está morando na minha cidade. O vídeo que mandei prova isso! kkkkk Abraço!

Autor: Davi Lopes - Fortaleza - CE

É... A dancinha bate, a idade bate... O corpo tá descuidado, mas pode ser por relaxo mesmo. O bigode e o chapéu disfarçam o rosto. E a cor da pele... Bem, o sol de Fortaleza é inclemente.
Mauricio Ricardo

Comentar ou ler comentários - Escreva para esta seção

Quinta-feira, 18 de Setembro de 2014

Ainda sobre o sexo anal. São três os motivos pelo qual gosto (e acredito que o mesmo seja pra grande maioria que curte a prática):

1. Físico: a constrição natural da região gera uma agradável sensação, assemelhada à pressão de nossas mãos durante a masturbação, com o benefício de não usarmos as próprias mãos.

2. Psicológico: sempre existe um ativo e um passivo na cama, mesmo em relações hétero. A mulher ceder ao sexo anal é prova cabal de submissão e entrega total.

3. Visual: a bunda é uma parte maravilhosa do corpo feminino. O ânus é diretamente relacionado à bunda. Portanto a prática remete ao "transar com a bunda", "conquistar a bunda". 

Autor: Scooby Doo - Boa Esperança - MG

Tá, eu me alinho com os itens 1 e 2. Mas essa da submissão e passividade da mulher na cama não teve nada a ver. Não tem nada melhor que mulheres "ativas" (não tô falando de querer nos possuir com consolo ou fio terra) e insubmissas, sugerindo posições, tomando a iniciativa, cavalgando a gente...
Mauricio Ricardo

Comentar ou ler comentários - Escreva para esta seção

Quinta-feira, 18 de Setembro de 2014

Aí, M.R.. Se um bebê fica nove meses dentro da mãe, por que é incorreto dizer que quando ele nasce tem nove meses de idade? 

Autor: Didi - Santos - SP

Ah, você não quer começar aqui uma discussão polêmica sobre quando começa a vida, né?
Vamos colocar da seguinte maneira: a gente nasce quando deixa de ser feto. Por isso usa-se a expressão "dar à luz". O menino sai do buraco escuro e, a partir daí, conta-se a sua idade. Mesmo porque deve ser super difícil pra quem tem vida sexual ativa determinar o dia exato em que o espermatozoide fecundou o óvulo.
Mauricio Ricardo

Comentar ou ler comentários - Escreva para esta seção

E não é que o Enem conseguiu errar de novo?